Coletores - Diga adeus ao abafamento!

Marcadores:
Hey pitchuletes queridas!

Todas nós somos ensinadas desde os nossos 11, 12 ou 13 anos a usar absorventes externos ou internos. Menstruamos a primeira vez, e nossas mães já nos metem na 'fraldinha'. A partir daí descobrimos que ser mulher é um martírio: todo mês escorre sangue pelas nossas vaginas, e temos que usar aqueles absorventes chatos grudados na calcinha, que se mal colocados podem manchar nossas roupas, e ficar com um volume incomodativo na parte de trás. Sem contar em dias de calor, a vagina o dia todo molhada e abafada. É grudento, incomoda, e em muitos casos podem ocorrer dermatites e alergias. Além disso, se moramos com mais pessoas, a vergonha de jogar no lixo pacotinhos de absorvente é imensa. Todo mundo, de um jeito ou de outro, fica sabendo que você está 'naqueles dias'.

Quem diria que existiria uma alternativa ecologicamente sustentável, mais higiênica e saudável, e além de tudo confortável? Sim meninas, existe. E não faz pouco tempo não. Na Europa já utilizam essa opção há mais de 80 anos. E agora no Brasil ele está fazendo a cabeça da mulherada: o Coletor Menstrual.



O coletor menstrual é um copinho de silicone (de preferência de grau médico, hipoalérgico) flexível, que você dobra e insere na vagina. Então ele se molda ao seu canal vaginal e forma um vácuo que não permite que ele saia do lugar. Durante o dia (muitas usam por 12h no máximo, mas isso depende da quantidade de fluxo que você libera) ele fica ali coletando seu sangue. Então você retira e joga o sangue dele no vaso sanitário, lava e põe de novo. A diferença do coletor para o O.B. é o fato de que ele não prolifera bactérias, o que faz o sangue não ter cheiro ruim como costumamos sentir em absorventes. Além disso, ele não irrita a vagina, nem abafa. O absorvente interno, como absorve o sangue, acaba absorvendo junto a umidade natural da vagina, podendo ressecá-la e causar infecções. Com o coletor, esse problema não existe. Você pode nadar com ele tranquilamente, ir à academia, e até dormir sem calcinha, pois quando colocado corretamente, ele não vaza.

Muitas mulheres sentem nojo ao pensar na ideia de usar um coletor menstrual. Isso acontece porque desde meninas somos ensinadas a ter nojo de nós mesmas e de nosso sangue. O que devemos lembrar é que a menstruação é o sangue da vida, ele indica que a mulher tem a capacidade de gerar um bebê. Nosso útero é uma obra linda da natureza, e não é nojento. Ao usar o coletor menstrual, somos estimuladas também a melhorar a relação que temos com nós mesmas. Primeiramente, ao usar o absorvente, achamos que menstruamos MUITO. Com o coletor, podemos ver exatamente quanto sangue sai de nós, e a maioria fica chocada ao saber que o fluxo é bem menor do que aparenta. Outra coisa que descobrimos é que nosso sangue menstrual não fede. E por último, descobrimos o bem estar que é passar pelos dias da menstruação sem abafamento nas partes íntimas, sem se sentir com uma fralda andando por aí. Ah, e a parte mais legal é que os coletores costumam durar 10 anos, evitando que você contribua para o acúmulo de lixo no mundo pelo uso de absorventes descartáveis.

Existem vários tipos, tamanhos e cores. Também existem dicas de como dobrar, como conseguir encaixar direito. Você encontra facilmente no Google. Existe no Facebook um grupo que discute sobre os coletores menstruais, mas não indico o grupo para ninguém porque as moderadoras se tornaram mesquinhas excluindo e proibindo posts das pessoas e querendo apenas revender coletores ou acessórios para eles (panelinhas para fervê-los, saquinhos para guardá-los), o que na minha opinião é um abuso.

Para adquirir seu coletor, infelizmente, existe polêmica. Empresas confiáveis para se comprar, onde diz a lenda que é certeza que o silicone do coletor é de grau médico, são a Inciclo e a Meluna. Porém, os preços dos coletores são bem 'salgados', variando de R$ 60,00 a R$ 80,00. Eu acho o preço abusivo, mas aqui no Brasil é assim mesmo, tudo é caríssimo e cheio de imposto embutido. 

Se você já desistiu pelos preços, existe uma opção barata, porém arriscada. Muita gente faz polêmica em cima dos coletores da Aneer, à venda no Aliexpress, um site que revende produtos que vêm da china. Diz a lenda que os coletores chineses tem metal pesado na composição, que o silicone é alimentício e não médico, que pode dar câncer e etc. Mas a verdade é que ninguém nunca morreu de câncer por usar coletor, e NÃO EXISTE DOCUMENTO OFICIAL OU COMPROVAÇÃO de todas essas acusações. E se você pede certificado dos coletores da Aneer, o vendedor te envia. Muitas mulheres compraram,  e acham os coletores chineses até mais macios e fáceis de usar que os brasileiros. Mas isso é uma questão de opinião e consciência: cada mulher decide pela sua vagina. O valor é muito mais em conta: U$ 3,00 a U$ 5,00, que em reais dá no máximo R$ 10,00 (incluindo o frete). O problema do frete é que demora muito pra chegar, e pode ficar parado em Curitiba para fiscalização por um bom tempo. 


Fica a dica do Papo de Mulher sobre os coletores menstruais. A única coisa que aconselhamos é a não comprar coletores coloridos, porque a tinta pode ser tóxica, mesmo os de marca confiável. Prefira sempre o transparente, afinal pra que um coletor com glitter né? rs

Jakisses!!!
  1. Comprei o chinês , nunca mais
    deu uma alergia do caramba dentro de mim

  1. Comprei esse da Aneer, e até agora está tudo ótimo, são relativamente fáceis de colocar, visto que é a primeira vez que uso e não está vazando =D

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...