Meu namorado ainda é amigo da ex... o que fazer?

Marcadores:


Muitas meninas ficam incomodadas quando, ao iniciar um novo relacionamento, descobrem que a ex-namorada de seu parceiro ainda faz parte do grupo de amigos dele. Quando isso ocorre, a maioria delas fica em dúvida sobre como encarar o fato. Devo conversar com meu namorado a respeito? Como agir perante ela? Será que há motivos para eu me sentir ameaçada?


Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que, só porque seu namorado já namorou a garota, não significa que ainda role algum sentimento entre eles. Segundo opina a psicóloga Pamela Magalhães, é perfeitamente possível que um homem e uma mulher mantenham uma relação de amizade sem segundas intenções, ainda que eles já tenham se relacionado intimamente no passado.

Uma vez desconstruído esse preconceito, vale analisar a situação friamente e identificar o que, de fato, se passa na relação dos dois. De acordo com Pamela, existem três opções possíveis:


Eles só são amigos

A situação pode parecer estranha para muitos, mas é bastante comum. Neste caso, você pode até notar uma certa intimidade entre os dois (se a relação terminou numa boa), com brincadeiras e demonstrações comuns de amizade, já que, entre eles, já não rola mais aquela tensão típica do relacionamento mal resolvido.

Pode ser também que eles não conversem muito, porque não terminaram a relação de forma amigável, o que não significa que ainda tenham sentimentos inacabados, apenas que se respeitam e convivem de forma política em respeito aos amigos em comum.

Seja qual for o caso, se não há mais nada entre o antigo casal, Pamela aconselha quebrar a barreira e se aproximar da ex, basicamente por dois motivos: primeiro, porque ela é uma pessoa como qualquer outra e não há porque criar inimizades à toa, e, segundo, porque demonstrar implicância pode reavivar fantasmas de ambos os lados.


Se ela ainda é afim dele e tem um comportamento inapropriado, vale ter uma conversa franca com o namorado e esclarecer a situação (Thinkstock)
Se ela ainda é afim dele e tem um comportamento inapropriado, vale ter uma conversa franca com o namorado e esclarecer a situação (Thinkstock)

“É preciso ser esperta. Se você demonstra que está insegura, de tanto bater na mesma tecla, pode induzir uma situação que não existe. Inconscientemente, seu namorado irá pensar: ‘alguma coisa ela [a ex] tem para a minha namorada estar tão incomodada’”, alerta a psicóloga, afirmando que, a partir daí, pode nascer um interesse ou curiosidade que até então não existia.

Sendo assim, o melhor a fazer é interagir normalmente. “Ao invés de se afastar e alimentar o constrangimento, que é o que a maioria faz, se aproxime, converse. Não é porque é ex do seu namorado que não pode se tornar sua amiga”, sugere Pamela. “Você pode até brincar com o fato de eles já terem namorado e, por que não, deflagrar? Pergunte: ‘Essa história acabou mesmo, posso confiar?’”, completa a especialista.

Se sua insegurança falar mais alto, vale refletir sobre sua autoestima e confiança em si mesma e no seu namorado.

Ela ainda é afim dele

Entretanto, às vezes, não se trata apenas de uma insegurança infundada e, de fato, a ex do seu namorado continua na dele. Se você perceber um comportamento inadequado, com brincadeirinhas indevidas e ligações demasiadas, o conselho da psicóloga é ter uma conversa franca com o namorado.

“Converse com ele no sentido de demonstrar que você não está satisfeita com a situação e que quer que ele imponha limites”, orienta Pamela. “O que não vale é ele alimentar esse tipo de comportamento por parte da ex em função da própria vaidade”, completa.

Apesar do descontentamento, procure tratá-la bem, agindo politicamente e sem demonstrar muita preocupação. Um comportamento hostil da sua parte apenas dará pontos para ela e a encorajará a exercitar ainda mais esses movimentos de sabotagem.


Ainda que você perceba uma provocação por parte da ex, comprar a briga não vai te trazer nenhum benefício. Seja política, mas exija que seu namorado imponha limites (Thinkstock)
Ainda que você perceba uma provocação por parte da ex, comprar a briga não vai te trazer nenhum benefício. Seja política, mas exija que seu namorado imponha limites (Thinkstock)

Ele ainda faz graça para ela

Por fim, é possível que seu namorado ainda sinta algo pela ex, ou simplesmente queira mantê-la por perto por um mero capricho. Converse com ele a sós para esclarecer a situação. Se for este mesmo o caso e ele não demonstrar sinais de mudança, vale repensar a relação: você realmente quer ficar com alguém que mantém a atual namorada e a ex em banho-maria?


Fonte: Bolsa de Mulher

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...