SEMANA DO HALLOWEEN - Contribuição do Papo de Mulher por JOHN Pt II

Bom dia garotinhas :)

Como prometido aki vai a parte final do post. Na verdade é só um complemento falando do halloween da visão de uma wicca.

31 de outubro era a data em que os povos Celtas comemoravam sua passagem de ano, a tradição dizia que nesse dia os portais para a Terra e para o sub-mundo estavam abertos e os espíritos tinham livre passagem entre eles, por isso era muito comum fazer oferendas (geralmente comidas favoritas) para as pessoas mortas que já não estavam nesse mundo. Apesar de ser como o nosso tão conhecido “Dia de Finados”, não era um dia para tristeza, mas um dia de comemoração. Para os antigos povos a morte não era o final de tudo, mas apenas uma continuação da existência em outro mundo, o mundo espiritual, que assim como o nosso possuí os bons e os ruins.


Com o advento da igreja católica e a perseguição aos costumes pagãos, as práticas realizadas no dia do Halloween começaram a ser proibidas, mas como era uma prática difundida por toda a Europa, a igreja não conseguia impedir que ocorresse em todo o continente, e como diz o ditado “Se não pode vencê-los, junte-se a eles”, a igreja institui o chamado ‘Dia de todos os Santos’ e o ‘Dia de Finados’, com base nos pagãos para que suas práticas pudessem ser moldadas para um lado cristão, atraindo-os para a igreja católica.


Para os místicos, wiccas, bruxos, magos, sacerdotes e sacerdotisas, dia 31 de outubro é celebrado o Samhain (no hemisfério Norte) e Beltane (no hemisfério Sul). Onde há celebrações da vida, ritos de passagem, o abandono do que é prejudicial e a entrada para uma vida nova. São comuns as práticas de danças ao redor da fogueira, banquetes rituais, adoração a lua, passagem de conhecimento sobre a data, entre outros.


A prática e o significado do Halloween vem mudando conforme os anos e essa data é celebrada em alta escala nos Estados Unidos. Antigamente era comum colocar doces para que os espíritos não perturbassem os moradores da casa.


As lanternas de abóbora vieram junto com a lenda do Jack O’Lantern.


Atualmente, é comum crianças vestirem-se a caráter como fantasmas, múmias, esqueletos e baterem de casa em casa falando a famosa frase “Trick ou treat?” (Gostosuras ou travessuras?), se os donos da casa lhes dão doces elas partem em “paz”, do contrário, elas podem atormentar os moradores fazendo algum tipo de brincadeira.


Aqui no Brasil a prática do Halloween não foi tão difundida por não ter a mesma raiz histórica que europeus e americanos, mas ainda assim, sempre há quem se lembre desse tão famoso dia.


Créditos: @ladyeamane


X.O.X.O

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...