Aprenda a controlar a Enxaqueca

Marcadores:
As mulheres estão no topo da lista das pessoas que mais sofrem com a enxaqueca, aquela dor de cabeça chata, forte e que tira o ânimo de qualquer um. Pesquisas apontam que cerca de 17% delas sofrem com a doença. Nos homens esse número cai para 6%. A explicação são os hormônios. As mulheres têm uma carga hormonal peculiar, que oscila bastante por causa de diversos fatores, incluindo uso de anticoncepcionais e ciclo menstrual.



Mais de 30% das mulheres apontam a puberdade como o gatilho para o início das crises. E é isso mesmo: a enxaqueca se dá, com mais frequência, a partir da segunda década de vida. "A idade mais comum da ocorrência da enxaqueca é a fértil, tendendo a melhorar na menopausa", garante o neurologista Kleber Carmo.



Mulheres com enxaqueca podem, ainda, desenvolver um tipo da cefaléia, que ocorre antes, durante ou imediatamente depois da menstruação, chamada de migrânea menstrual. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cefaléia, ela afeta 14% das mulheres que já têm predisposição às dores de cabeça.



Uma época que favorece para a melhoria do quadro é a gravidez. A explicação é o aumento dos níveis de estrogênio (lá vêm os hormônios de novo!). Por isso, a partir do segundo trimestre de gravidez, a mulher já pode sentir significativo alívio. "Muitas mulheres tem menos crises durante a gravidez", diz o especialista. Entretanto, uma parcela do grupo ainda pode sofrer com as dores, mesmo durante a gestação.


APRENDA A EVITAR E CONTROLAR AS CRISES

Pequenas mudanças no estilo de vida contribuem positivamente para o controle das crises de enxaqueca. Além disso, também trazem benefícios incontáveis para a saúde. Veja as dicas listadas pela Sociedade Brasileira de Cefaléia:

- Estabeleça hábitos regulares para as refeições e sono;
- Faça algumas mudanças na dieta, diminuindo ou até mesmo eliminando certos alimentos que deflagram a dor;
- Evite a ingestão de bebidas fermentadas, como o vinho tinto;
- Não se exponha demasiadamente ao sol e à claridade;
- Evite se exercitar em dias quentes;
- Evite o uso excessivo de perfume;
- Não fique em local recém-pintado ou onde estejam usando solventes químicos;
- Comece uma dieta rica em magnésio (que se encontra em alimentos verdes frescos, frutos do mar e nozes) e em um aminoácido chamado triptofano (que pode ser encontrado em verduras frescas, no feijão e em cereais integrais).



Sentiu aquela dorzinha? Esteja preparada:

- Tenha sua medicação sempre à mão. Tome o remédio para crise recomendado pelo seu médico, mas nunca mais de duas vezes por semana; - Em caso de dor intensa, procure um local fresco e escuro para se recostar, mas não se deite;
- Coloque gelo sobre as áreas dolorosas;
- Beba muita água e coma moderadamente;
- Principalmente, descanse.

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...