Como emagrecer dormindo?

Marcadores:
emagrecer-dormindo-1.jpg Shutterstock
Parece sonho, mas pode ser verdade: é possível, sim, emagrecer dormindo! Quer saber como? Nós separamos algumas dicas para te ajudar!

Segundo a nutricionista Cintya Bassi, do Hospital e Maternidade São Cristóvão, “à noite as atividades diminuem, o metabolismo desacelera e, consequentemente, gastamos menos energia”. Mas é possível driblar a máxima do funcionamento do organismo e ensinar ao corpo como emagrecer durante o sono.
O primeiro passo é deixar o metabolismo trabalhando bem. Isso só é possível se a mulher não passar longas horas em jejum - ao contrário do que a maioria pensa, deixar de comer engorda. “O corpo queima calorias enquanto digere os alimentos e, quando não tem energia, fica ainda mais lento, para conservar calorias, acumulando-as”, explica a especialista.
Depois disso, o truque é saber o que consumir nas refeições noturnas. Anote aí as dicas para perder peso e coloque em prática:

emagrecer-dormindo-aveia.jpg Shutterstock
Inclua alimentos termogênicos nas últimas refeições - Eles mantém o metabolismo trabalhando mais rapidamente, efetuando a digestão de uma forma mais efetiva e saudável. São opções: pimenta, gengibre, vinagre de maçã, acelga, couve, brócolis, laranja, kiwi, aspargos, água gelada, canela e linhaça. Mas consuma com moderação.
Comida leve - Não adianta adicionar esses ingredientes a um prato rico em gordura. A alimentação saudável é essencial no período noturno, com alimentos mais leves.
Consuma carboidratos! - Já ouviu dizer que não é permitido carboidrato à noite? Isso não é completamente verdade. “Esse nutriente tem maior capacidade de liberar insulina e esse hormônio é menos metabolizado no período noturno. Porém, o carboidrato deve estar presente em todas as refeições, inclusive no jantar, e funciona como combustível do nosso organismo, sendo necessário até para a queima de gorduras”, orienta a nutricionista, que não indica qualquer tipo de carboidrato. “Optar por carboidratos complexos é melhor, pois a liberação de glicose não ocorre de forma tão rápida quanto o carboidrato simples, o que faz com que a necessidade de insulina seja reduzida”. Carboidratos complexos são aqueles encontrados em cereais integrais, aveia, linhaça, entre outros.


Boa sorte!

Fonte: Outra Medicina

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...