Não tenho nada pra vestir!

Marcadores:



Esta frase persegue nos persegue.

Porque será que a gente sempre acha que não tem nada para usar?

Eu tenho algumas  hipóteses do porquê isso acontece e, ao final deste texto, espero que consiga fazer você entender que o problema não está na roupa e também não está no dinheiro (não mesmo), mas sim na maneira como você planeja ou não planeja suas compras e o seu guarda-roupa.

Antes de ler este texto, faça à si mesmo as perguntas abaixo e anote as respostas. Depois está liberada para ler, ok??

1. Será que não temos mesmo nada para usar?
2. Você conhece todas as peças que tem no seu guarda-roupa?

3. Já avaliou o potencial que cada uma destas peças tem?

4. Sabe quantas combinações diferentes seu guarda-roupa te permite? Ou seja, com quantas blusas você consegue usar a mesma calça? Com quantas calças você consegue usar a mesma blusa? Isso vai te dizer se ele é um guarda-roupa flex ou não.

5. Na hora de comprar você tinha uma lista do que precisava ou fez uma compra por impulso?

6. Quantas peças sem uso tem no seu guarda-roupa?

7. No provador, você avaliou criteriosamente a peça que estava comprando? Olha lá, estou falando da peça, não do pneuzinho, da celulite no bumbum, do cabelo. Na hora de provar a roupa muita gente esquece de olhar como a peça cai no corpo e se esquece de que neste momento, isso é o mais importante.

8. Já se olhou de frente, de lado e de costas com todas as peças que tem no armário? Meninas, somos seres tridimensionais. Não vale olhar só de frente mesmo porque estamos sendo olhados de todos os ângulos.


Ufa, se você chegou até aqui sem pular etapas, parabéns!!!

Eu já fui muito vítima desta situação. Por diversas vezes me peguei sentada em frente ao armário cheio olhando para ele e pensando: o que é que eu vou vestir hoje? Não tenho nada!

Hoje consigo enxergar algumas possibilidades:

1. A hipótese mais evidente: a gente enjoa das nossas roupas e perde a motivação para usá-las. Temos que tomar um pouco de cuidado com os hormônios femininos, deixá-los de lado nestas horas e pensar, usar a razão mesmo. Claro que enjoamos, cansamos de estar com as mesmas roupas muito tempo, mas se isso acontece com frequência não é legal. Experimente mudar os acessórios.

2. Estamos passando por uma fase de mudanças e o guarda-roupa pode já não refletir mais quem você é. Isso acontece ao longo da nossa vida e aos poucos precisamos adaptar também o armário aos novos “eus” que vão surgindo dentro de cada um de nós.

3. Faz muito tempo que você não compra nada novo. O guarda-roupa pode estar precisando de uma renovada. Uma boa dica é começar introduzindo algumas peças-chave: acessórios novos, um lenço na bolsa ou no pescoço, blusas novas para usar com as calças que já tem. Use a regra de 5 blusas para cada calça. Isso significa que cada calça sua vai te possibilitar 5 looks ou pense e pelo menos 3 possibilidades de usar a mesma blusa com as roupas que já tem.

4. Você pode estar usando sempre as mesmas coisas. Explore todo o potencial do seu guarda-roupa. Inspire-se em pessoas que admira e adapte os looks ao seu guarda-roupa.

5. Seu armário está uma bagunça e você não consegue visualizar mais nada e nem enxergar possibilidades. Organizar e manter organizado é fundamental!!

6. A falta de perspectiva é na vida e você transfere isso também ao seu guarda-roupa. Cuidado, separe estas duas coisas e se cuide muito.

7.
Você está precisando se conhecer melhor e isso inclui:
- seus gostos pessoais: qual o seu estilo, que roupas gosta de usar, de que cores. Quais os acessórios que te deixam feliz e poderosa?
- seu corpo: se olhe no espelho com amor e entenda as diferentes proporções que o seu corpo tem e o que pode fazer para harmonizá-las. O Sem Espartilhos tem uma série que fala só disso.


8. Você precisa conhecer oportunidades. Onde comprar, quanto pagar, o que comprar. Olha que postagem bacana que fiz sobre o assunto: (Vista-se com estilo pagando o que quiser)

9. Você compra mal: valorize o auto conhecimento. Se estude. Aprenda a avaliar a durabilidade das peças, a pagar mais no que vai te dar mais possibilidades e não sai de moda. Pague pouco no que for passageiro. Pesquise preços, procure pontas de estoque, compre na promoção. Mas não vale comprar qualquer coisa porque está barato. TENHA FOCO!!!

10. A grana está curta: se você for disciplinada e avaliar todos os pontos acima, o dinheiro deixará de ser um fator predominante. Precisa dele sim, claro. O que você vai acontecer é que você fará ele se multiplicar com escolhas conscientes, bem pensadas. Aí está o segredo!!!


Tenha em mente que a imagem é um patrimônio e que para que ele tenha valor é preciso cuidar e investir nele e o guarda-roupa tem um papel muito importante neste processo.


Fonte da matéria e da Imagem: Sem Espartilhos (SUPER INDICO)

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...