Cantadas Masculinas - O que é legal e o que NÃO é

Marcadores:
Hey minhas amadas pitchulas, como anda essa vida de mulher que não é nada fácil?

Pois bem, vamos conversar hoje sobre um assuntinho super delicado: CANTADAS MASCULINAS. Eu digo que esse é um assunto delicado, porque uma cantada vinda de um homem pode encher o ego de uma mulher de felicidade, ou a fazer se sentir do tamanho de uma ervilha.



Quer sentir a diferença? Se ligue nesses dois casos parecidos:

1º Os cães raivosos nas ruas

Você sai de casa, anda na rua e passa por várias pessoas tranquilamente. Até que na mesma calçada logo a frente tem um bar cheio de homens tomando cerveja. Seu semblante já cai, e você começa a andar com dificuldade, como se houvesse uma bigorna nas suas costas. Enquanto passa na frente do bar, sente os olhares pesados focados principalmente em seus seios e bumbum. E se já não bastasse aquele martírio, onde você se sente uma carne de açougue e tem medo de levar uma passada de mão, ouve aqueles comentários baixos 'que gostosa', 'essa eu comia todinha', 'shhhhhhhh delícia', 'chupa o papai, chupa'. Em poucos segundos (que mais pareceram uma eternidade) você vira a esquina. Tudo passou, acabou... ou não. Embora os olhares e as palavras asquerosas não estejam mais chicoteando seu direito de andar na rua em paz, você se sente mal. Se sente um lixo. Se sente um pedaço de carne que pode ser comido a qualquer momento.




2º Quando ela está afim

Você está solteira e afim de se divertir aquela noite. Se arruma linda, põe seu vestidinho mais sexy e vai para uma balada com as amigas. Lá, seu olhar varia de foco entre a bebida no seu copo e os rapazes do local. Quando de repente, seu olhar cruza com o dele. Você desvia o olhar, mas achou rapaz interessante, então olha novamente. E ele está ali, olhando para você, meio sem jeito, com aquele olhar galante pedindo permissão para ir até você. Então você dá um sorrisinho safado, o sinal verde para o cara chegar junto. Ele chega manso, e se oferece para pagar sua bebida. Pergunta seu nome, e vocês começam um papo legal. Só então ele solta um 'como você é linda'.


Sentiram a diferença?



A questão, caros leitores, é que os homens esquecem de respeitar os limites. Mexer com as moças na rua, usar palavras grosseiras, olhar lascivamente para elas é algo perturbador, e invade o limite delas. Porque elas não deram liberdade para vocês as chamarem de gostosas, não querem ter seus seios e bunda cobiçados vulgarmente por homens com quem não querem ter contato sexual algum, e não querem ser assediadas quando estão indo na padaria, ou trabalhar, ou para a escola. O 2º caso também não dá liberdade para um homem chegar passando a mão em uma mulher, ou lhe falar vulgaridades só porque ela está estonteante num vestidinho colado na balada. Talvez ela queira se envolver com alguém aquela noite, mas com certeza não é com alguém que não respeita seus limites. 

 
Mulheres gostam sim de elogios, mas vindos de pessoas que elas permitiram o contato. Mulheres adoram vulgaridades... NA CAMA com alguém que ela tenha intimidade e tenha aceitado transar. É tudo uma questão de respeito pelo outro, pelo fato de sermos seres humanos, e não mercadorias espalhadas pelas ruas dispostas a serem conquistadas pelo primeiro canalha que passar por nós. 

Para vocês, caros rapazes, entenderem como as cantadas masculinas são perturbadoras, clique aqui e veja uma pesquisa feita pelo site Think Olga, com 7.762 mulheres, onde 99,6% afirmaram já terem sido assediadas. No contexto da pesquisa, a maioria demonstra medo, raiva e nojo das cantadas distribuídas pela rua, ou no próprio local de trabalho. Elas se sentem invadidas, incomodadas, e estupradas verbalmente. É isso o que você, MACHÃO, causa em uma mulher quando passa por ela na rua e a chama de 'gostosa'.

Achar alguém bonito, olhar de rabo de olho, e sentir vontade de conhecer uma pessoa todos nós temos. Mas não vejo homens reclamando por aí de que são assediados, que as mulheres os fazem sentir como um objeto, ou que eles tem medo de serem estuprados quando passam por um grupo de mulheres. Realmente, grande parcela da culpa é da sociedade machista, que objetifica e diminui a mulher, a expondo como uma coisa que possui 3 funções principais: 1- ter filhos, 2- servir ao homem e 3- dar satisfação sexual ao homem. Mas cá entre nós, rapazes, não é porque seu pai te disse a vida inteira que homem não chora e que a vizinha é gostosa, que você vai continuar bancando o machão insensível e comedor por aí.



Falta racionalidade aos homens. RACIONALIDADE sim. E respeito por si próprio. Porque a sociedade te animaliza quando diz que você estupra porque a mulher é gostosa demais pra resistir. Porque a sociedade te animaliza quando diz que você só pensa em sexo, e não se aguenta dentro das calças. Porque seus amigos te animalizam quando dizem que se você não chamar a moça que passa de gostosa é porque você é bixinha. Porque VOCÊ se animaliza quando acredita que a testosterona é que te faz virar o rosto e secar aquela bunda na rua. O ser humano tem capacidade o suficiente pra guardar o pinto na cueca, e deixar a moça passar. VOCÊ tem capacidade o suficiente de não olhar para o traseiro da garota na sua frente no ônibus. Porque você não é um comedor ambulante. Porque você não é só testículos, glande e ereção. VOCÊ NÃO É UM PÊNIS. Você é um ser humano que quer ser respeitado... e por isso, deve respeitar os outros também.

A verdade, nua e crua, é que enquanto propagarmos para nossos filhos que as meninas não devem usar roupa curta para não serem estupradas, e os meninos não podem chorar, ainda teremos uma sociedade que animaliza o homem e objetifica a mulher. 

Está afim de uma garota que não conhece? Olhe para ela, mas não para os peitos ou para a bunda dela, mas sim nos olhos delas. Se ela desviar o olhar, e não te encarar de volta, respeita... ela não quer conhecer você. Somos seres racionais e sabemos ler as entrelinhas. A mulher, quando quer, corresponde. Te olha, e sorri pra você. Aquela que passa reto ou fica brava com suas cantadas não está fazendo doce. Já pensou na possibilidade dela nem gostar de homem? E isso não a torna uma vadia. Ela é só uma mulher que não te quer.

Até nas redes sociais sofremos assédio de homens que não queremos:


NÃO!

Esse cara... não seja esse cara.



Espero que tenha valido a dica. 



E lembrem-se: RESPEITA! Deixe a moça passar...

Jakisses!!!


  1. se artigo é muito bom está de parabéns.

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...