A emergência dos homens feministas

Marcadores:
Bom dia minhas lindas leitoras desse blog tão formoso. Eu sou o anunciado Jack, o homem que vem postar aqui.

Bom imagino que um homem escrevendo para um blog chamado Papo de Mulher, deve trazer estranhamento a boa parte das meninas que acompanha o mesmo. Pois bem, sabendo disso eu venho como primeiro post, trazer um assunto que vai causar ainda mais estranhamento de início, mas que espero sanar esses sentimentos ao final do texto: homens feministas (sim eles existem ).

Primeiro de tudo temos de falar o que é, e principalmente o que NÃO É feminismo.

Só uma nota: esse post não tem objetivo de falar sobre a história e conceitos do feminismo, para isso eu colocarei alguns links ao final do artigo para quem se interessar.

Feminismo NÃO É o contrário de Machismo!

Diferente do que muitos pensam e falam, o feminismo não tem como objetivo julgar ou rebaixar os homens a seres de menor valor, assim como machismo faz com as mulheres. O feminismo é um movimento social, filosófico e politico, que busca a igualdade DE DIREITOS. Ou seja, nenhuma mulher ao se proclamar feminista, está querendo se "tornar um homem", longe disso, ela apenas quer que seus direitos sejam respeitados, e que a constituição que diz que todos são iguais perante a lei, seja colocada em prática. Mas como bem sabemos isso não é a realidade...


Cenário da Mulher Atualmente

Em pleno século XXI, ainda temos um preconceito muito grande com relação as mulheres. Elas ganham menos exercendo os mesmos cargos, são utilizadas como objeto de marketing em propagandas (principalmente de cerveja) e atualmente tem sido colocadas como culpadas em casos de agressão sexual contra ELAS MESMAS, devido ao tipo de roupa que vestem, o que segundo algumas pessoas, atrairia a atenção dos agressores (o que tem gerado desde 2011 um movimento chamado "Marcha das Vadias", sobre o qual eu vou falar em outra oportunidade). E é por isso que o assunto e o movimento feminista está tão em voga na mídia atualmente.

Tá mas e esse negócio de homem feminista?

Agora sim podemos entrar no assunto principal do post. Vemos que o feminismo é um movimento que visa "libertar" a mulher, das amarras sociais de uma sociedade machista certo? O problema principal, (e que resolvido, dissolveria em grande parte essa questão), é que muitos homens (e muitas mulheres também) ainda reproduzem o discurso machista de "sexo frágil" ou de que os papeis familiares são naturais (mulher tem que ser mãe e cuidar dos filhos e da casa, enquanto o homem DEVE ser o principal provedor financeiro) que lhes foi passado.

Fora isso é claro temos a questão sexual, onde somente o homem tem o direito de exercer sua sexualidade livremente, e que muitas mulheres compram como certo e correto também, trazendo o discurso da moralidade e da família principalmente.

O que os homens não percebem, é que esse discurso TAMBÉM os faz prisioneiros dessa pseudo-moralidade! Ao que parece, os homens são criados para ter MEDO de mulheres "livres", uma vez que seu "poder de macho" (que é para muitos a única coisa que sustenta a masculinidade de alguns) será ameaçada! Seu trono de "Macho Alfa" pode ruir e tudo mais...

O que esses caras não sabem ou não querem perceber, é que não existe companheira melhor que uma mulher livre! Que não se apega a preceitos arcaicos e que não está com você, por medo de ficar sozinha, ou por não ter condição de se sustentar. Além disso, nada melhor, que uma parceira que na vida sexual goza tanto quanto (ou mais) que você, e por isso mesmo faz tudo com prazer verdadeiro!

Isso para um homem que tem consciência de que o feminismo é libertador, é um relacionamento ideal, pois ele tem ao seu lado uma mulher que realmente quer estar ali, e que é tão feliz quanto ele possa ser.



E tudo isso a que custo para o homem?

Divisão das tarefas domésticas, direitos iguais quanto a liberdade de escolhas, "perda" da posição de machão da casa...ou seja quase nada se ele pensar no quão bem isso fará para todos.

É por isso que eu me coloco como um homem feminista (ideologicamente, e não academicamente onde eu admito tenho poucas leituras conceituais), pois sei que somente isso vai acabar com a hipocrisia dos papeis "naturais" na sociedade, e que com libertação da mulher, eu tenho MUITO a ganhar.

Por fim, trago essa paráfrase da famosa frase feminista "Nós podemos fazer isso", que marcou o feminismo na década de 50. E digo: homem busque se informar mais sobre esse movimento, e ajudar a espalhar a igualdade entre os sexos, e eu garanto que você vai se sentir tão bem quanto eu. Sim nós podemos se fizermos juntos!


_______________________________________________________________________

Peço perdão pela brevidade e superficialidade da matéria, mas é que esse é um assunto MUITO extenso e merece muito mais do que um post apenas.

Para quem se interessou pelo assunto eu recomendo esse pequeno artigo no Scielo e esse blog que é ótimo também. E deixem nos comentários as impressões e as críticas ao artigo ok meninas. E também sugestões por favor.

Beijos

Jack
  1. Eu estava procurando esse post já faz um tempo!o blog ta bom demais em,eu vou até recomenda para todos meus amigos pq é muito bom,como estou recomendando o www.rastreamentodecelular.org que estou usando na minha empresa de detetive que é muito bom tambem,nossa parabéns,to acompanhando teu blog,e vou recomendar,abraços

  1. Infelizmente as feministas não querem igualdade total, mas apenas naquilo que lhes é conveniente. Por exemplo, as mulheres se aposentam bem mais cedo que os homens no Brasil, independentemente de terem ou não filhos ou terem dupla jornada. Mulheres podem trabalhar na polícia, mas não precisam se alistar no Exército. No Brasil, as penas para as mulheres são cerca de 40% menores do que as penas para os homens, para crimes iguais (aliás, a Lei Maria da Penha é sexista e inconstitucional). As escolas elementares são formatadas por mulheres e para mulheres, o que causa problemas para muitos meninos (baixo desempenho, abandono escolar, etc.). A justiça quase sempre é favorável às mulheres em conflitos familiares, particularmente no que diz respeito a guarda de filhos e pensão alimentícia. É comum campanhas publicitárias ridicularizando os homens, tratando-os como imbecis ou imaturos. Nunca vi as feministas discutirem essas questões, pois não têm nenhum interesse em perder seus privilégios. Ou seja, querem igualdade apenas naquilo em que hoje não lhes é favorável.

  1. Anônimo, se não viu é porque não pesquisou a respeito, hoje mesmo li um texto sobre os homens serem ridicularizados e tratados como infantis, sobre a aposentadoria mais cedo para as mulheres e tudo o que você citou aí.

    No caso do alistamento, não sei qual a posição do movimento feminista sobre isso, mas eu creio que seja o alistamento opcional, aquele onde alista quem quer, afinal de contas, somente homens alistarem também é uma forma de machismo. Sobre a pena ser menor, também não sei como funciona, mas acredito que se trata do fato de que estatisticamente falando, mulheres cometem menos crimes violentos que homens. Não entendi o que você quis dizer com "a Lei Maria da Penha é sexista e inconstitucional", oi?

    "As escolas elementares são formatadas por mulheres e para mulheres" As escolas são formadas por mulheres por questão também machista, já que é considero afeminado qualquer homem que queira ser professor de crianças, lidar com crianças e etc. e isso também entra na questão dos conflitos familiares, onde a mulher ganha a guarda (na maioria das vezes) porque é "obrigação da mulher" cuidar da criança. Muitos homens acabam não lutando pela guarda dos filhos por acharem que "não é coisa de homem" cuidar dos filhos, e acabam por pagar a pensão já que acreditam que é "obrigação do homem" sustentar a casa, etc. Isso se chama papéis de gênero e o feminismo luta contra isso SIM. Sobre as campanhas publicitárias, entre ser tratado um objeto sexual e ser tratado como imbecil, qual você acha que deve ser mudado primeiro? Ah claro, ser tratado como imbecil, já que mudar a visão das mulheres seria diminuir mais um dos privilégios que elas tem.

    E é claro, uma última coisa, se os homens não estão satisfeitos com o papel deles na sociedade, porque não lutam contra? Ah claro, muito mais fácil jogar a responsabilidade no feminismo e reclamar do sofá né. Afinal, as mulheres tem que lutar pelos direitos dos homens, já que eles não tem nenhum.

    Sobre o lance do comportamento infantil etc., creio ter lido aqui http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2012/08/a-repercussao-do-protesto-contra-nova.html

    ou aqui

    http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2012/08/cultura-de-estupro-nao-imagine.html

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...