Cólica menstrual muito forte não é normal

Marcadores:

Durante o período menstrual muitas mulheres sofrem com um pouco mais de ansiedade, estresse, indisposição e cólicas. Segundo dados da pesquisa Dismenorréia e Absenteísmo no Brasil (Disab), 65% das mulheres têm cólicas em cada menstruação.

A pesquisa revelou ainda que 70% delas dizem que as dores acabam prejudicando a produtividade no trabalho. Quando isso acontece e as dores se tornam intensas a ponto de fazerem com que atividades rotineiras sejam deixadas em segundo plano, pode ser sinal de algum problema mais sério.


Cólica menstrual intensa é normal?

A ginecologista e obstetra Naura Tonin Angonese explica que as dores durante a menstruação podem ocorrer de forma leve, sem atrapalhar o dia a dia da mulher. “Porém, quando é algo persistente e há um aumento progressivo de intensidade a cada mês, é necessário investigar o quadro”, afirma.


Um dos fatores que causam as fortes cólicas menstruais pode ser a endometriose, que apresenta também outros sintomas como dor pélvica que torna acentuada no período pré-menstrual, dificuldades para urinar e algumas vezes mudança do hábito intestinal, com diarreia ou dor na evacuação.


colica-menstrual-muito-forte-3



Cólicas x endometriose

Além disso, por ser uma reação inflamatória nos órgãos do aparelho reprodutor, pode causar dificuldade para engravidar ou influenciar na capacidade de uma gestação bem sucedida. De acordo com a médica especialista em reprodução humana Tânia Maria Balcewicz, da Plena Fértile de Toledo, a endometriose é uma das causasda infertilidade feminina.


“Entre as portadoras da doença, aproximadamente 30% a 50% apresentam a infertilidade. Mas é importante destacar que mesmo nos casos de doença avançada a mulher  que tem endometriose pode engravidar espontaneamente”, afirma.


Ela explica que fatores como idade, grau da doença e tempo de infertilidade são levados em conta na hora da avaliar qual o melhor tratamento. “Algumas podem engravidar de forma espontânea. Outras irão precisar de um tratamento cirúrgico e algumas de métodos de reprodução assistida – fertilização in vitro ou inseminação – para engravidar”, diz.




Tratamento para endometriose

colica-menstrual-muito-forte-2


O diagnóstico inicial é feito a partir da história da paciente e do exame ginecológico. Somente depois de uma laparoscopia, procedimento cirúrgico que avalia o comprometimento ou não dos órgãos internos e o local de realização de uma biopsia, é que poderá haver um diagnóstico definitivo.
“A cirurgia laparoscópica atua em duas situações: como diagnóstico e tratamento. Na execução do procedimento, os focos da endometriose encontrados são retirados”, explica Naura.


Cólica menstrual: o que fazer?

Além do tratamento cirúrgico inicial, há também medicamentos para controlar os sintomas e até mesmo para resolver o caso, proporcionando o retorno da qualidade de vida das mulheres.


Fonte: Bolsa de Mulher

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...