Namoro Virtual - O que NÃO fazer!

Marcadores:
Foi-se o tempo em que o romance começava com uma serenata na janela ou com um piscar de olhos. Em tempos de cultura digital, as conquistas amorosas ganham artimanhas online e a sedução está ao alcance de um clique: é só curtir a foto do cara de quem você está a fim, cutucar o bonitão da academia, retuitar o rapaz interessante e mandar um depoimento para declarar de vez que está apaixonada. Mas, ao mesmo tempo em que inaugura a modalidade da atração virtual, a tecnologia é também capaz de provocar o desencantamento instantâneo. Já notou?
Você conhece uma pessoa incrível, trocam os links dos perfis - o cachorrinho não tem mais telefone, e sim avatar na internet - e nasce a decepção: o príncipe encantado é um sapo digital. Fala demais, posta fotos duvidosas, escreve errado... e você broxou. Antes mesmo de maiores conexões, o vírus corta-tesão te pegou de jeito.

Se ligue nas dicas a seguir:




1- ELAS ODEIAM FOTOS DO CARRO NO ÁLBUM:

Nem a escultural Gisele Bündchen ganharia do possante de seu marido Tom Brady. Homens têm uma relação de afeto peculiar com seus carros. Antes de engatar o romance de carne e osso, vale conferir o perfil do cara para ver se ele não tem um álbum dedicado a sua carruagem motorizada. A estudante Mariana Almeida ainda consegue ver um agravante: “Quando eles colocam a legenda ‘brinquedo novo’ na foto.” Outra falta grave na opinião delas: o carro não é do fotografado, ele só cruzou com um modelo incrível estacionado na rua e achou que tirar aquela foto tremida de celular ia ser bacana.






2- ELAS ODEIAM ERROS DE PORTUGUÊS:

Alguém tem que zelar pela língua materna e o sexo feminino tomou a bandeira para si. Se você não domina o português como gostaria, tente passar o texto por um corretor ortográfico. Lorena Cardoso, jornalista, reclama que “até as descrições do perfil sofrem com os problemas de grafia”. O internetês em excesso também não está bem cotado. A mulherada não perdoa e dá um chute (com ch, reparem!) nesses maculadores da boa escrita.




3- ELAS ODEIAM PIADINHAS DE DUPLO SENTIDO:

A universitária Camila Magalhães relembra um perfil curioso na internet: “os que não perdem uma chance de fazer graça com objetos fálicos”. Lá vai o engraçadinho tirar uma foto com a linguiça do churrasco, a torneira da pia, o canhão do forte de Copacabana, com legendas ainda mais constrangedoras de apelo sexual. E sugere que o chiste seja uma maneira de contornar uma insatisfação com o que Deus lhe deu, um perigo.






4- ELAS ODEIAM EXIBICIONISMO:

Ele pode até ter o corpo perfeito, mas caiu no seu conceito ao colocar a foto de sunga no perfil. Rapazes, aprendam, mulher nenhuma quer um parceiro que tem o espelho como amante. Aliás, os autorretratos que aproveitam o reflexo no mesmo também são alvos de queixas. Os álbuns temáticos “essa é minha vida”ou “narcisismo” também não são os preferidos delas.






5- ELAS NÃO GOSTAM DO EXCESSO DE INTERAÇÃO COM AMIGAS.

Na opinião da publicitária Débora Salles, homem que se gaba das muitas amizades do sexo feminino gera logo desconfiança. São dois os tipos perigosos que se encaixam nesse perfil: “os pegadores e os abraçadores de amigas”. Convenhamos, ninguém quer nem um, nem outro.





6- ELES IMPLICAM COM FOTOS SALTITANTES:

Pé no chão, é assim que os rapazes gostam. João Paulo Porto, publicitário, não entende a teimosia das mulheres em postar fotos dando saltinhos por aí: "Mulher tem essa mania. Viaja com as amigas e começa a tirar foto pulando. Fazendo pose enquanto pula. Parece um Power Rangers, sabe?”, protesta.





7 - ELES NÃO SUPORTAM FÃS HISTÉRICAS:

Você pode idolatrar o Dr. House, o vampiro Edward Cullen ou o bruxo Harry Potter, mas, cá entre nós, não fica bem uma veneração exagerada pelo galã preferido. Eles reparam (ou têm ciúmes?). Pedro Thiago, estudante de comunicação, odeia atualizações intermináveis sobre o novo trailer, teaser e afins.: “Não aguento quem é apaixonada e idolatra personagens. Elas não param de postar sobre os mesmos”.






8- ELES NÃO GOSTAM SINAIS COM AS MÃOS:

Praticar a filosofia paz e amor é ótimo, mas não é preciso fazer o símbolo hippie para suas fotografias. O estudante de publicidade Raul Ermelindo abomina qualquer sinal com as mãos para as lentes: “Coraçãozinho, estrelas e outras variações tiram a vontade na hora”, decreta.






9 - ELES ODEIAM CITAÇÕES FORA DE CONTEXTO:

Quem é você? Diga o que está pensando? As perguntas das redes sociais mais parecem questionários de autoajuda e, quando a criatividade não vem por conta própria, é de praxe recorrer aos versos alheios. O problema é que algumas frases, letras de música e autores viram coro coletivo, aquela velha história dos discursos das misses sobre o “Pequeno Príncipe”. Para Pedro Thiago, estudante de comunicação, gente que cita demais irrita. Você concorda?





10 - ELES NÃO TOLERAM QUEM POSTA SEM PARAR:

O seu comportamento digital diz muito sobre você. Atenção, tagarelas que se denunciam nas redes: "Posts em excesso é o primeiro sinal de que não vai rolar. Diz que a pessoa fala demais e não cala a boca, saca? Preguiça de paquerar alguém assim", diz Marcos Silva, universitário. Sem falar na carência. Quem é muito ativo nas redes dá indícios de que a vida real não anda das mais animadas.




Wow! Achei as reclamações feminimas mais bem fundadas e maduras que as maculinas... FATO!

Jakisses!!!

fonte: Bolsa de Mulher

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...