MOMENTO MULHERZINHA - "Fora de Mim" (Martha Medeiros)

Hello pitchuletes lindocas!!! Jess na àrea em transe intelectual.




Hoje é um dia contentinho para as molerzinhas de plantão. Quem curte uma leitura dramática? Quem curte uma historinha romântica? Quem curte um chororô no meio do dia? Quem lê e indica livros que um homem macho tchê nunca leria? SIM!!! UMA MULHERZINHA!!!





Indicando livros novamente. Mas dessa vez é um livreto brasileiro. Eu leio de tudo, mas tenho um gostinho especial por leituras romanticas americanas... brasileiro, só os clássicos como Machado de Assis e José de Alencar... enfim...




Hoje venho por meio deste falar sobre um livro que ainda estou lendo atualmente. Emprestado como sempre pelo meu amigo João, a literatura brasileira ao qual me refiro é uma leitura pequena, mas extensa em idéias e pensamentos. Quem aqui nunca levou um pé na bunda de achar que o mundo acabou e de ficar sem vontade de viver? Qualquer ser humano se identificaria com a leitura desse livro. Sentimentos de pena própria, de perda, de vazio, de inutilidade, de vontade de morrer... coisas tontas que passam por nossas cabeças quando estamos "na fossa", mas que não deixam de ser profundamente reais e dolorosamente tangíveis.



"Fora de mim" não especifica personagens e nem dá nome a eles. Narrado em primeira pessoa, ele trata de um mundo sentimental, da visão conturbada de uma mulher que viu seu mundo desmoronar tentando reviver. Traída, ela desabafa nos primeiros capítulos. Sinceramente não sei se aquelas frases tudo juntas, separadas apenas por vírgulas, misturadas, sem pausa, são um jeito tosco da escritora escrever, ou se ela quis dar o efeito de desespero, pois quando estamos desesperados, sai tudo assim, descontrolado. A leitura vai melhorando com o decorrer da história, pois as frases vão ganhando sentido e a concordância vai ganhando forma. É incrível como ela descreve perfeitamente como uma pessoa fica quando tenta não pensar em alguém que te feriu muito, mas que você ainda ama. "Merda... eu pensando em você outra vez".




Não terminei de ler o livro ainda, mas uma resenha que eu vi disse que o livro é separado em 3 partes: 1-) A dor; 2-) Como tudo começou e 3-) Como os personagens estão hoje. A leitura é boa pra quem tá com dorzinha de cutuvelo e quer compartilhar sentimentos de uma forma que se sinta compreendido. Afinal, só alguem com a mesma dor pra te entender. Tenho certeza de que lendo, você vai sentir como se o livro descrevesse com precisão o que você está passando. Uma terapia literária para os corações partidos, e uma compreensão sentimental para os felizes que querem saber como os infelizes se sentem. Acima de tudo, uma aprendizagem sobre o sentimentalismo e a dependência humana do amor.




"Não acreditava que os sentimentos precisassem de tantas conexões para serem explicados."




Martha Medeiros ainda não me fez chorar, mas teria me feito se eu tivesse lido esta bagacinha no fim do ano passado... whatever... ahsuahsuahsuahushau. Quem sabe eu não choro até o fim do livro? Afinal, sou a maior mulherzinha desse blog, #fato. Quando terminar de ler, posto pra vocês uma revisão com as melhores frases, assim como faço sempre. Assim vocês podem twittar, colocar no subnick do msn ou no status do orkut, #okay.





"Fora de mim"/ Martha Medeiros - RECOMENDO!
O MOMENTO MULHERZINHA ASSINA EMBAIXO!!!

Boa leitura, pitchulinhas.
Jakisses!!!

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...