TAH SOLTEIRA? Aproveita a vida XUXU!

Vocês estavam só no cineminha, pizzaria e DVD. De repente, o namoro acabou. Fim. E você se dá conta de que precisa começar de novo, dar adeus aos programas de casal e as boas-vindas à vida de solteira. Tem tente que se sente perdida e não tem a menor ideia do que fazer em plena sexta-feira à noite. Qual é a boa, para onde ir e, estando lá, como se posicionar? Calma. Estamos aqui para ajudar você a ver que a vida de solteira tem seu lado bom e pode te trazer belas surpresas.

Assim que ficou solteira, a publicitária Adriana R. fez o óbvio: telefonou para a melhor amiga. Conversa vai, conversa vem, descobriu qual era a boa da noite e para lá foi, guerreira. "Juntei um grupinho e parti para a boate da moda. Estava animada, mas achei tudo estranho, muito invasivo", conta Adriana, que estava a fim de azaração, mas não tanta. "Os caras chegam junto sem o menor charme, pegam na sua cintura, falam bobagem. Alguns são agressivos", conta ela, que nunca mais voltou ao lugar. "Não acredito que possa conhecer alguém interessante em um ambiente como esse. Prefiro ficar em casa e, ultimamente, só vou a aniversários de amigos", conta ela, que já está de olho no amigo de um colega de trabalho.

Descubra o seu tipo de diversão

De fato, há quem torça o nariz para as boates. Mas se elas não tivessem seu eleitorado, não estariam com tantas filas na porta. Para a funcionária pública Ana Carolina L., 32, sempre existe um lugar com o qual a pessoa se identifica: "Boate de verdade eu vou pouco. Mas adoro partir para uma feijoada ou um pagode". Ana sai para se divertir e não para caçar namorado. "Se acontecer, vai ser ótimo, não nego. Mas quem fica aflita procurando acaba sozinha porque os homens reparam", defende.

Amplie seus horizontes

A usuária do Bolsa de Mulher Gika Swiss diz que, ao se ver solteira, a boa é focar em si mesma: "Procure se cuidar e busque se aproximar de pessoas que tratem você bem". Gika sugere que a recém-solteira fique perto da família e dos amigos. Além disso, pode ser legal tentar aumentar o convívio social. "Vá com outras pessoas fazer atividades que você goste. Quem sabe uma viagem no fim de semana com amigas?", recomenda, frizando que o negócio é ocupar o tempo livre com coisas e pessoas que nos dão prazer.

Use camisinha

A usuária do Bolsa Jaque trabalha no mercado financeiro e lembra um tópico importante no universo da solteirice: o uso do preservativo. "Fiquei solteira há dois anos e não faltava camisinha na minha carteira", conta, precavida. Alguns homens ainda se surpreendem com essa atitude "moderninha", mas temos que nos prevenir sempre. "Alguns parceiros riam e achavam estranho quando eu tirava a camisinha da bolsa. Outros agradeciam por não ter na hora", lembra Jaque. E nós, do Bolsa de Mulher, assinamos embaixo: tem que usar camisinha - solteira, casada, separada, viúva, sempre!

Após um rompimento é necessário elaborar a perda, passar por um processo de luto e, se possível, evitar se envolver emocionalmente com outra pessoa antes da ferida cicatrizar

Segundo a psicóloga Priscilla Gaspar, quanto mais longo tiver sido o relacionamento e maior a convivência diária, maiores serão as dificuldades encontradas pela recém-solteira. "A sua rotina estava impregnada do parceiro e ficará ‘vazia'. A sensação de que está faltando algo será tanto maior quanto mais intensa era a dependência no vínculo do casal, ou seja, quando um não faz nada sem o outro", explica Priscila, lembrando da importância de se preservar a individualidade mesmo estando em um relacionamento sério.

Viva o seu luto

Segundo Priscila Gaspar, após um rompimento é necessário elaborar a perda, passar por um processo de luto e, se possível, evitar se envolver emocionalmente com outra pessoa antes da ferida cicatrizar. "Para algumas pessoas, sair pode ser uma forma de evitar o contato com a dor e, dessa forma, evitar o trabalho do luto. Nesse caso, se recolher ao menos temporariamente deve ser considerado", sugere a psicóloga, afirmando que é importante retomar o contato com amigas e ir aos pouco se reintroduzindo no mundo dos solteiros.

O melhor e o pior de estar solteira

Para a psicóloga Priscila Gaspar, o bom de estar solteira é ter de volta a liberdade de poder fazer o que quiser sem a interferência de outra pessoa. "Ter mais tempo livre e liberdade de escolha pode ser uma ótima oportunidade de se redescobrir", afirma ela, para quem o lado ruim é não ter com quem compartilhar e dividir as coisas.

Dicas

Pedimos à psicóloga algumas dicas do que as recém-solteiras podem fazer. Aí vão elas:

1) Aproveitar para fazer tudo que deixou de fazer, fosse por falta de tempo ou porque o companheiro não apoiava.
2) Sair sozinha.
3) Passar o dia fazendo tratamentos de beleza.
4) Visitar parentes.
5) Brincar com seu pet.
6) Ler um bom livro.
7) Recomeçar aquele curso que você deixou para trás.
8) Aproveitar pra viajar, conhecer novos lugares
9) Fazer novas amizades
10) Deixar a vida ditar um pouco as regras e seguir livre, ao sabor do vento

E você, que conselho dá para quem acabou de se separar?

  1. Haaaa! Eu prefiro vida de solteira do que de casada.
    kkkkkkkkkkk
    beijo

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...